Sindicato da Indústria de Material Plástico no Estado do Paraná
telefone:
(41) 3224-9163

Abiplast rebate Mantega sobre desindustrialização

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Plástico (Abiplast), Ricardo Roriz, rebateu nesta sexta-feira a declaração do ministro da Fazenda, Guido Mantega, que surpreendeu uma plateia de empresários durante seminário ao afirmar que não há desindustrialização no Brasil. Para o executivo, o ministro conhece “muito bem” a participação da indústria no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que, em 1985, respondia por quase 40% e atualmente tem uma fatia de apenas 14,6%.

“Se a indústria diminuiu de tamanho na proporção do PIB é porque houve desindustrialização”, disse o presidente da Abiplast. “É lógico que o governo não quer ser taxado como aquele do período em que a indústria perdeu participação no PIB. Mas o ministro conhece bem os números”, completou Roriz.

Para o executivo da Abiplast, é natural a ocorrência do processo de desindustrialização na medida em que o PIB vai crescendo, a renda da população vai aumentando e as pessoas vão tendo mais disponibilidade financeira para usar serviços. “Então, naturalmente os serviços vão aumentando ao longo do tempo, mas o problema é que a desindustrialização no Brasil está ocorrendo muito rápido”, lamentou Roriz, ressaltando o poder de alavancagem do setor. “Para cada R$ 1,00 que a indústria gera, ela cria R$ 2,20 aos outros setores”, disse.

De acordo com o presidente da Abiplast, no atual estágio da economia brasileira, é a indústria que dinamiza o crescimento da economia. “2011 foi um ano que todo mundo achou maravilhoso. O comércio estava adorando porque estava vendendo produtos importados e nacionais, os serviços estavam uma maravilha tanto que a inflação de serviços cresceu e o governo com a popularidade lá em cima. Todos os setores estavam satisfeitos. Então, por que o Brasil só cresceu 2,7%? Porque a indústria só cresceu 0,3%.”

Fonte: Agência de notícias

Localização

Edifício New York Building
Rua João Negrão, 731 – terceiro andar, conjunto 301

Centro, Curitiba – Paraná.

CEP: 80010-200

(41) 3224-9163