Sindicato da Indústria de Material Plástico no Estado do Paraná
telefone:
(41) 3224-9163

Plásticos verdes correspondem a 10% da Braskem

A Braskem olha cada vez com mais atenção para novas oportunidades em plásticos. Atualmente, os chamados “plásticos verdes” correspondem a 10% do total do faturamento do grupo, mas a tendência é fazer com que essa parcela aumente. No entanto, há dificuldades pela própria novidade dos produtos.

“É preciso saber quanto o mercado vai pagar para que haja aceitação e um desenvolvimento mais rápido”, disse Marcelo Lyra, vice-presidente de relações institucionais e desenvolvimento sustentável da Braskem, no EXAME Fórum de Sustentabilidade. A empresa tem parceria com grandes grupos como Natura, Procter & Gamble e Danone para o estudo de produtos mais sustentáveis.

O setor automotivo, segundo Lyra, também é um potencial consumidor dos produtos desenvolvidos pela Braskem. Diferente de outros segmentos, o crescimento da empresa nessa área será orgânico. “Não tem como crescer via aquisições, porque os produtos com matérias renováveis ainda são novidade. Temos que fazer nosso próprio investimento”, diz Lyra.

Para isso, além de parcerias com fundações de pesquisa e universidades no país, anualmente a Braskem destina cerca de R$ 50 milhões anuais em pesquisa e desenvolvimento. Na semana passada, o BNDES aprovou um limite de crédito de R$ 2,46 bilhões, destinados aos projetos da Braskem na Bahia, do Rio de Janeiro, de Alagoas e do Rio Grande do Sul. Os investimentos fazem parte do projeto de se tornar, em 2020, líder mundial na química sustentável.

Fonte: Portal Exame.com.

Localização

Edifício New York Building
Rua João Negrão, 731 – terceiro andar, conjunto 301

Centro, Curitiba – Paraná.

CEP: 80010-200

(41) 3224-9163