Sindicato da Indústria de Material Plástico no Estado do Paraná
telefone:
(41) 3224-9163

FMI reduz projeção de alta para o PIB da China em 2012 para 8,25%

O Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu a projeção de crescimento para o PIB da China neste ano dos 9,0% anunciados em setembro para 8,25%, citando a ameaça de enfraquecimento das exportações em meio ao ambiente global incerto.

Em seu relatório “Perspectiva Econômica para a China” divulgado nesta segunda-feira, o FMI disse que a taxa de crescimento do país, que foi de 9,2% no ano passado, pode diminuir abruptamente caso a zona do euro venha a passar por uma recessão acentuada. Apesar da desaceleração esperada, “a China tem espaço para uma resposta fiscal anticíclica e deve usar esse espaço” para estimular a economia doméstica, disse o FMI, acrescentando que espera que a segunda maior economia do mundo ganhará velocidade no ano que vem, crescendo 8,75%.

O estímulo, no entanto, deve ser concedido por meio do orçamento e não do sistema bancário, defende o órgão. O FMI disse também que a inflação da China atingiu um pico e agora está cedendo para “níveis mais confortáveis”, o que deve permitir que as autoridades ajustem as condições monetárias e irriguem a economia com um pouco mais de crédito.

Especificamente, o banco central chinês deveria relaxar as condições de liquidez ao longo dos próximos meses por meio de suas operações semanais de mercado aberto. Se os fluxos de capital continuarem baixos, a autoridade monetária também pode lançar mão da redução do compulsório, disse o FMI.

Fonte: Valor Econômico.

Localização

Edifício New York Building
Rua João Negrão, 731 – terceiro andar, conjunto 301

Centro, Curitiba – Paraná.

CEP: 80010-200

(41) 3224-9163