Sindicato da Indústria de Material Plástico no Estado do Paraná
telefone:
(41) 3224-9163

Quando a orientação vem do cliente

O segmento de transformados plásticos é muito dinâmico. Somos cada vez mais orientados pelas necessidades de nossos clientes. Sendo assim, a busca pela inovação e por um atendimento cada vez mais personalizado devem fazer parte do DNA das empresas que desejam permanecer no mercado.

Esta é a opinião do empresário Sandro M. Santos, diretor da Goodmann. Prestes a completar 14 anos no ramo industrial, a empresa passa por um momento de “colheita de resultados”, após investir em novas ferramentas, pesquisas de tendência e design,  com base em um trabalho fortemente centrado na customização.

“O segmento industrial como um todo está passando por um momento de rápida evolução e qualquer empresa que deseja fazer a diferença no mercado deve  acompanhar as novas tendências e com a velocidade em que as coisas acontecem”, ressalta Santos.

Segundo ele, o dinamismo é importante, pois somente as indústrias mais preparadas para as mudanças conseguem se adaptar rapidamente e superar os obstáculos.

Como administrador de empresas, Sandro acabou se especializando no atendimento a clientes e, mesmo não sendo muito extrovertido, se tornou um apaixonando pela função, passando a comandar a área comercial de sua empresa.

Orientação ao cliente é um ponto forte da Goodmann, segundo ele. Desde a fase de projeto, passando pelo gerenciamento, até o fornecimento dos moldes, dentro dos mais rígidos padrões e especificações exigidas, o foco é na solução do problema.

“Acreditamos que as trajetórias dos nossos clientes são guiadas pelos mesmos valores que norteiam o nosso trabalho: a vontade de sonhar e realizar projetos. É o que move o espírito de empreendedor de qualquer executivo”,  avalia Santos.

Sendo assim, segundo ele, não adianta ter paixão pela evolução, sem comprometimento com os resultados  e valorização das pessoas no ambiente de trabalho. “Tudo se mistura. Por isso  procuro ser justo e exerço uma liderança muito democrática”.

Especializada na fabricação de peças plásticas sopradas, a empresa continua mirando o mercado de  componentes plásticos,  com a fabricação de componentes de exigência técnica complexa e altamente personalizados.

São embalagens plásticas voltadas para diversos segmentos, entre eles as indústrias química, alimentícia, de higiene e limpeza e também peças técnicas exclusivas para a indústria automotiva e eletrotécnica. 

Preocupada com o meio ambiente, a Goodmann também possui  um segmento específico de produtos fabricados a partir de materiais reciclados (PEAD Reciclado).

“Rigor técnico e qualidade são fundamentais em todo o processo, desde a seleção de fornecedores que garantam uma excelente matéria prima, até a inspeção e liberação final do produto acabado”, diz Santos.

Como associado do Simpep, o empresário vê a entidade sendo um apoio fundamental na troca de informações sobre o mercado e atualização sobre as novas políticas governamentais que regem o setor.

“São muitas áreas do conhecimento hoje em dia e você não pode ficar sozinho. Exercemos muito mais influência quando podemos intervir em questões maiores, de forma conjunta. Sendo assim, a razão de ser do Simpep é promover melhorias para as indústrias de material plástico do Estado do Paraná, incluindo, novidades sobre o mercado, economia ou alterações na legislação tributaria, trabalhista e ambiental, entre tantas outras  que impactam significativamente em nossa atividade empresarial.”  conclui.

Localização

Edifício New York Building
Rua João Negrão, 731 – terceiro andar, conjunto 301

Centro, Curitiba – Paraná.

CEP: 80010-200

(41) 3224-9163